Redir

segunda-feira, 30 de maio de 2011

No dia Mundial sem Tabaco, Smic comemora resultados


Nesta terça-feira (31) é comemorado o Dia Mundial sem Tabaco. Instituída em 1997 pela Organização Mundial de Saúde, a data serve de alerta para a população sobre os malefícios causados pelo cigarro e produtos fumígenos em geral. A Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic) comemora os resultados atingidos através da Fiscalização Localizada, que no ano de 2010 iniciou as fiscalizações punitivas. Somente no ano de 2010, foram efetuadas mais de mil vistorias em bares e casas noturnas, resultando em 118 notificações e 62 autuações por descumprimento da lei.

No ano de 2011, até o momento, o quadro apresenta mudanças significativas no posicionamento de comerciantes e população em geral. Foram efetuadas 689 fiscalizações até o momento, totalizando 23 notificações e somente duas autuações. 

O que se vê é uma mudança de postura dos comerciantes e frequentadores que, aos poucos, começam a perceber a importância de um ambiente saudável. A queda no número de autuações serve como prova irrefutável do sucesso do trabalho efetuado pela fiscalização, mas serve também como estímulo para que novas ações e investidas sejam feitas. Assim a lei será garantida e a população irá valer-se dos benefícios que ela agrega, como um ambiente mais agradável e um ar mais puro.

Pesquisa - Segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (INCA), estima-se que cerca de 200 mil mortes por ano sejam decorrentes do tabagismo. De acordo com pesquisa do instituto, Porto Alegre tem 19,5% de tabagistas, ficando em terceiro lugar entre as capitais brasileiras - 1° lugar Rio Branco (AC) e 2° São Paulo. 

3 comentários:

Caio disse...

Parabéns pelo trabalho Secretário.Que sigam as fiscalizações.Abraço!

Daniel disse...

Estes dias estive em um restaurante na Assis Brasil e como já era tarde da noite (2 da manhã) liberaram cigarro para os fumantes, sendo que o ambiente é fechado.

Solicitei aos funcioários/caixa que fosse tomada alguma providência, e o mesmo me falou que depois de um determinado horário eles liberam.

Gostaria de saber qual o trâmite para que este restaurante siga a lei e talvez seja autuado.

Obrigado
Daniel

Valter Nagelstein disse...

Daniel, Por favor envie o endereço para que possamos averiguar! Abraços